Como fazer Classificação de Cargos?

A Classificação de Cargos é um dos processos realizados para desenvolver o Plano de Cargos e Salários, sendo este uma das ferramentas de Gestão de Carreira. Para desenvolver e aplicar o Plano de Cargos e Salários se faz necessários o uso de estratégias e metodologias específicas para classificar e dimensionar o desenvolvimento de cada carreira/cargo dentro das organizações, estabelecendo critérios claros e justos para que cada profissional possa performar e desenvolver sua carreira dentro das empresas. Seguindo essa linha de pensamento, nesse texto vamos falar sobre como fazer a Classificação de Cargos.

Ao implantar o Plano de Cargos e Salários em sua empresa, o primeiro passo é fazer um Comitê de C&S. Esse comitê tem por objetivo realizar as discussões, avaliações e tomar as decisões do projeto, normalmente são profissionais da própria empresa que ocupam cadeiras importantes e ligadas a esse trabalho como, RH, Jurídico, Diretores, dentre outros conforme perfil de cada empresa, ou seja, são profissionais escolhidos estrategicamente para fortalecer, equilibrar as avaliações e auxiliar no direcionamento do projeto.

Para realizar a Classificação de Cargos é importante que sua empresa tenha desenvolvido as Descrições de Cargos, se ainda não fez, não se preocupe, acesse nosso conteúdo “Como fazer Descrição de Cargo” e aprender como fazer. Após desenvolver as descrições, você terá um conhecimento mais profundo e amplo sobre cada cargo da organização, assim você terá informações para subsidiar a Classificação de Cargos.

A Classificação é um processo colegiado de comparação que atribui valor e posição relativos aos cargos hierarquizando-os, é importante entender que apesar de termos alguns modelos de hierarquia, cada empresa possui sua particularidade e modo de desenvolver seu negócio, por isso, entenda bem o papel de cada cargo em sua empresa. O ordenamento dos cargos estabelecido no processo de avaliação constitui a base para o posicionamento dos cargos na estrutura salarial.

Existem diversas metodologias de Classificação de Cargos, ordenadas em quantitativas e não quantitativas, são elas:

Método – Não quantitativas

  • Escalonamento Simples: O comitê de Plano de Cargos e Salários classifica os cargos com base em seu valor relativo, cada membro atribui um valor relativo aos cargos e em consenso definem o seu valor de importância conforme graus de exigências e responsabilidades de cada cargo.
  • Escalonamento Binário: Conhecido como método de comparação por pares, os avaliadores comparam cada cargo com todos os demais. Ao cargo considerado como mais complexo, com responsabilidades mais abrangentes, com requisitos maiores, será atribuído o maior valor relativo, e, assim por diante, estabelecendo um ranking dos cargos. As comparações são feitas por dois cargos e aplicam a fórmula np= n(n-1)÷2 sendo n o número de cargos:

Exemplo: Em empresa que possui 6 cargos, teríamos o resultado NP = 6×5÷2= 15, ou seja, 15 combinações de cargos que pode ser organizado hierarquicamente, conforme importância de cada cargo.

  • Graus pré-determinados: conhecido como método de ordenação de cargos, o comitê compara os cargos por meio de fatores graduados e estabelece uma ordem de importância de certos fatores elencados, como:
    • Requisitos mentais: escolaridade, flexibilidade, criatividade, capacidade de negociação e experiência anterior.
    • Responsabilidade: por contatos interpessoais, por equipamentos e materiais e por valores financeiros.
    • Condição Ocupacional: resistência a esforços físicos, tolerância a ruídos e uso de atenção concentrada.

Assim, aplicamos o grau de importância para cada um dos fatores e após avaliação do comitê obtemos o valor total de cada cargo conforme ordem de importância e classificados hierarquicamente.

Método – Quantitativos

É o método mais utilizado pelas grandes empresas, estabelece o valor relativo do cargo calculando o número de pontos totais atribuídos a ele. A Metodologia de Pontos, é estratégica e consistente, através dela é possível aplicar pontos para cada nível de escolaridade, experiência, complexidade do cargo, prejuízos dos erros, nível de contato e confidencialidade de cada cargo, dentre outros fatores escolhidos pela empresa.

Os fatores de avaliação e seus graus devem ser descritos e compilados em um manual para a utilização do comitê. Deverá também ser elaborada uma tabela com os pontos atribuídos aos graus de cada fator, para determinar o total de pontos de cada cargo. O somatório dos pontos definirá em qual nível hierárquico cada cardo ocupa dentro de sua empresa.

Concluímos, portanto, que é essencial que Classificação de Cargos seja feita de forma sistemática, ou seja, sempre vinculada a uma boa metodologia, assim seu Plano de Cargos e Salários será estruturado de forma justa e aplicável a todos os profissionais de sua empresa. A Rosso Consultoria pode te ajudar nesse desafio, utilizamos sempre as melhores e atuais metodologias, atuando de forma estratégica e consistente para que sua empresa obtenha grandes resultados através das melhores práticas de Gestão de Pessoas.

Quer saber mais sobre Plano de Cargos e Salários e como implantar essa ferramenta poderosa em sua empresa? Então vem com a gente! Clique aqui e fale conosco, nosso Time de Consultores irá te auxiliar.

Quer saber mais sobre Ferramentas de Gestão de Pessoas? Então clique aqui e fique por dentro de outros conteúdos para aprender e aplicar em sua empresa.

Compartilhe:

Um comentário

  1. […] você ainda não fez essas etapas ou tem dúvidas de como fazê-la, acompanhe nossos conteúdos de “Como fazer uma Classificação de Cargos” e “Como fazer uma Pesquisa Salarial” e fique por dentro do […]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×